Passe o mouse e amplie

Cerâmica VITA VM13 Base Dentine 4M3 12g - ID: 1904

De: R$152,00

Special Price R$100,89 à vista no boleto

ou 1x R$106,20 no cartão s/ juros

Boleto Bancário Pague no boleto com 5% de desconto!
- +

Clique sobre a banderia para informações de parcelamento

ou 1x R$106,20 no cartão s/ juros
Fechar
  • Detalhes

     A cerâmica feldspática VITAVM13 foi desenvolvida como uma cerâmica de recobrimento de estrutura fina especialmente para subestruturas metálicas com um CET de aprox. 13,8 – 15,2. O CET, bem como a temperatura de queima da VITAVM13, foram ajustados perfeitamente para ligas de alto conteúdo de ouro, baixo conteúdo de metal precioso, à base de paládio ou à base de metais não preciosos. O erro na escolha da liga metálica fica praticamente eliminado.

    A VITAVM13 é uma cerâmica que apresenta após a sua  queima, em comparação com outras cerâmicas, uma estrutura com uma distribuição especial muito homogênea em suas fases cristalina e vítrea. Este arranjo homogêneo de suas fases é descrito como "estrutura fina". Na figura 1 e 2 é comparada a estrutura fina da VITAVM13 com uma estrutura de uma cerâmica convencional. 

     

    DIFERENCIAS:

    A VITAVM13 é uma cerâmica que apresenta após a sua  queima, em comparação com outras cerâmicas, uma estrutura com uma distribuição especial muito homogênea em suas fases cristalina e vítrea. 

    - menor temperatura de queima

    - maior resistência à flexão

    - compacta ligação química

    - estabilidade maior em condições de choques térmicos, bem como uma menor solubilidade em meio ácido.

     

      

    TÉCNICA DE APLICAÇÃO:

    - A técnica de aplicação VITAVM13 BUILD UP consiste após a aplicação do WASH OPAQUE e OPAQUE na utilização de três massas cerâmicas: BASE DENTINE, TRANSPA DENTINE e ENAMEL.

     

     

    - A técnica de aplicação BUILD UP consegue através da interação da BASE DENTINE mais cromatizada com a TRANSPA DENTINE mais translúcida, uma fantástica sensação de profundidade na restauração. Esta técnica com três massas permite uma aplicação ainda mais reduzida e individualizada da massa ENAMEL. Desta maneira alcança-se uma ainda maior semelhança com as características dos dentes naturais.  

    - A intensidade de cor (croma) da restauração pode ser configurada de maneira individual, através da combinação das massas TRANSPA DENTINE e ENAMEL em concordância com a espessura da camada de BASE DENTINE. Uma maior utilização de massas BASE DENTINE resulta em uma cor mais intensa e saturada, enquanto uma maior aplicação das massas TRANSPA DENTINE e ENAMEL resulta em um croma menor e restauração mais pálida.

    Orientação importante: A cor da restauração é definida principalmente pelas massas BASE DENTINE. As massas TRANSPA DENTINE definem de forma similar como acontece no dente natural, uma transição harmônica em direção ao esmalte.  

      

     

    Subestrutura metálica com OPAQUE

    Para que a restauração possa ser removida facilmente mais tarde, isole o modelo com o instrumento VITA Modisol.

    Aplicação de VITAVM®13 BASE DENTINE

     A massa cerâmica BASE DENTINE é aplicada na cor desejada a partir do colo dentário em uma forma dentária reduzida. A oclusão em cêntrica e os movimentos de lateralidade e protrusão devem ser verificadas no articulador já neste estágio.

     

    Aplicação de VITAVM®13 TRANSPA DENTINE

    A massa TRANSPA DENTINE é aplicada para a obtenção da completa forma do dente planejado.

     

    A obtenção do espaço para a massa ENAMEL é obtida com a redução do volume necessário de TRANSPA DENTINE.

    Aplicação de VITAVM®13 ENAMEL

    Aplicar a massa ENAMEL a partir do terço médio da coroa, através de pequenos e sequenciais acréscimos, até a complementação final da forma do dente. Em razão da contração durante a queima, a forma da coroa deve ser configurada em uma dimensão um pouco maior.

    No caso de pontes, antes da primeira queima de dentina, os elementos individuais devem ser completamente separados até a subestrutura na área interproximal.

    Aplicação finalizada, pronta para a primeira queima de dentina.

    Sequência de queima recomendada -1ª Queima de Dentina

    Restauração após a primeira queima de dentina

     

    Correções de forma/ Aplicações adicionais

    Isole novamente o modelo na região do pôntico com VITA MODISOL. As regiões interproximais bem como a superfície basal do pôntico devem ser preenchidas com a massa BASE DENTINE.

    As ainda necessárias correções de forma devem ser realizadas na região do terço cervical e médio com TRANSPA DENTINE ...

    ... e na região incisal com ENAMEL.

    Sequência de queima recomendada -2ª Queima de Dentina

    Ponte e coroa após a segunda queima de dentina

    Acabamento

    Executar todo o acabamento necessário na ponte e coroa. Para a realização da queima de glaze, toda a superfície deve ser acabada de forma uniforme e o pó residual completamente removido.

    Sequência de queima recomendada -Queima de Glaze

    Toda a restauração pode ser recoberta, se houver a necessidade, com VITA AKZENT Glaze e na seqüência ser individualizada, através da pintura com os pigmentos VITA AKZENT. (Para maiores detalhes, consulte o manual de instruções VITA AKZENT n° 771POR)

    Sequência de queima recomendada -Queima de Glaze com VITA AKZENT®

    Restauração finalizada no modelo.

    Orientação importante: se houver a necessidade de desgastes para ajustar a restauração no ato do procedimento de instalação na boca, a cerâmica precisará ser novamente alisada nesta região do desgaste. Isto é obtido da melhor forma através de um polimento adequado ou uma nova queima de glaze.