Central de Vendas: 11 5581-0975 Troca Fácil - 7 dias

Cerâmica Vita VMK Master Opaque 12g - opaco pó

Cerâmica Vita VMK Master Opaque 12g - opaco pó ID: 7123

Seja a primeira pessoa a avaliar este produto

R$76,86

R$76,86

Produto Em estoque

Parcelamento no Cartão de Crédito      

1x R$76,86 s/ juros

Detalhes Manual Avaliações deste produto

  • Detalhes

    QUEIMA DO OPACO:
    Misturar o opaco em pó com OPAQUE FLUID até obter uma consistência cremosa, aplicar com pincel ou instrumento de vidro sobre a superfície de recobrimento até obter uma cobertura e mascaramento uniforme, e realizar a queima recomendada.
    De forma análoga, o opaco em pasta cobre e mascara a subestrutura metálica limpa e seca, ou alternativamente, pode ser jateado com VITA SPRAY-ON.
    Principalmente no caso de pontes, para que não se forme uma espessa camada de opaco nas regiões oclusal, proximal ou cervical, deve-se prestar atenção para não vibrar em excesso a peça protética. Camadas espessas de opaco podem trincar durante a queima.
    Na queima de opaco precisa-se atestar que a massa de opaco foi aplicada de forma homogênea e o metal foi completamente coberto e mascarado.Após a queima a subestrutura metálica não deve ser mais visível, caso contrário, uma nova camada de opaco precisa ser aplicada e queimada.

     

    SEQUÊNCIA DE QUEIMA RECOMENDADA - Queima do OPACO

    Orientação: Uma secagem rápida demais pode ocasionar problemas. Se os tempos recomendados para a pré-secagem e aquecimento não são respeitados, podem surgir trincas com bolhas ou descolamentos do opaco.
    Nestes casos, a causa consiste no fato de que o líquido do opaco transformou-se do estado líquido para o gasoso rápido demais.
    A superfície do opaco após uma queima correta deve apresentar um brilho de casca de ovo.

     

    A aplicação para a queima de WASH é análoga ao procedimento para a ponte.

     

    Diferenças na Queima do Opaco
    Para alcançar uma união favorável em relação à massa de ombro, o opaco precisa ser aplicado sobre o canto metálico da região onde houve a redução marginal, como demonstrado na figura ao lado.

    Orientação: O opaco não pode penetrar no interior da coroa, pois isto pode afetar negativamente a adaptação
    da restauração.

     

    Subestrutura com opaco pronta para a aplicação das massas de ombro.
    A aplicação de uma massa de ombro é apresentada no capítulo
    "Aplicação de Ombro Cerâmico".

     

    O primeiro sistema metalocerâmico desenvolvido na Europa foi lançada no mercado odontológico em 1962 pela VITA Zahnfabrik.
    A assim denominada técnica VMK (VITA Metall Keramik), atual até nos dias de hoje, representava uma cocção das massas cerâmicas da VITA Zahnfabrik sobre a liga metálica nobre naquela época da empresa Degussa.
    As reivindicações constantes e ininterruptas por restaurações metalocerâmicas cada vez mais estéticas e funcionais, exigiram o desenvolvimento de materiais que permitissem ao técnico em prótese dentária alcançar resultados convincentes com pouco esforço. Ao mesmo tempo, deveria existir a possibilidade de produzir restaurações com individualizações minimalistas.
    Deste objetivo principal desenvolveu-se a VITA VMK Master – Um material moderno e com qualidades indiscutíveis. Simples e seguro em razão da larga experiência.

     

    DIFERENCIAIS:
    Com VITA VMK Master alcançam-se, através da estratificação clássica de dentina e esmalte, restaurações vivas e naturais. Graças a uma oferta abrangente de massas cerâmicas adicionais, toda a necessidade de individualizações é perfeitamente solucionada, permitindo reproduzir perfeitamente todas as características presentes na dentição natural do paciente.
    VITA VMK Master é uma cerâmica feldspática para o recobrimento de subestruturas de ligas metálicas, em uma faixa de CET (coeficiente de expansão térmica) convencional, de alto teor de ouro, reduzido teor de ouro e à base de paládio. Temperatura de queima e propriedades químico-físicas favoráveis resulta especialmente em uma excelente capacidade de recobrimento de subestruturas de metal não nobre.

     

    TÉCNICA DE APLICAÇÃO:
    Para mascarar a cor da liga metálica e alcançar uma união perfeita entre a cerâmica de recobrimento e a subestrutura metálica, realiza-se a aplicação do opaco. A combinação da queima de Wash com a queima do opaco é a etapa decisiva em todo processo de estratificação das massas cerâmicas. Nesta etapa define-se principalmente a qualidade da união adesiva. Através do opaco define-se a base cromática da restauração estética.
    Subestrutura metálica oxidada e usinada de acordo com todos os parâmetros recomendados pelo fabricante da liga.
    Por favor, seguir impreterivelmente todas as orientações recomendadas pelo fabricante da liga metálica.
    Antes de dar sequência, a subestrutura metálica deve ser escovada sob água corrente e limpa sob jatos de vapor. Após a limpeza, aguardar a secagem completa da subestrutura metálica.

    PROPRIEDADES FISICAS:

    A composição da VITA VMK Master consiste em dois componentes principais: kalium natural - (KAlSi3O8);
    Orthoklas e feldspatos de sódio e/ou potássio (NaAlSi3O Albit).

    Estes formam com 60-80% a maior parte de sua composição, e são considerados na literatura como estruturas de silicatos, pois formam na cerâmica de recobrimentos emaranhados tridimensionais.

    Feldspatos, que possuem a maior importância na fabricação das cerâmicas da VITA, são os responsáveis pela abrasão ideal em relação aos dentes antagonistas e a estabilidade química no meio oral.

    O quartzo forma com 15-25% outro componente importante. A sua adição aumenta o volume da fase vítrea, e em consequência eleva também a translucidez da restauração.

     

    Propriedades Físicas VITA VMK Master apresenta uma união adesiva excelente à liga metálica, uma solubilidade em meio ácido muito reduzida e uma resistência ao choque térmico favorável.

     Além destas propriedades, a VITA VMK Master alcançou valores excepcionais para a resistência à flexão de três pontos em comparação com os materiais de empresas concorrentes e o valor limite de referência da norma ISO 6872.

    Um processo de confecção refinado é o responsável pela produção de um opaco com uma microestrutura muito homogênea. Em razão desta distribuição uniforme, a união adesiva da cerâmica com a subestrutura metálica foi aprimorada e potencializada. A aplicação do opaco também ficou mais simples, pois após a mistura com o líquido do opaco obtém-se uma consistência muito cremosa, permitindo uma aplicação sem dificuldades sobre a superfície metálica jateada. A superfície cremosa e homogênea do opaco não permite a formação de bolhas, reduzindo a possibilidade de falhas da união adesiva com a superfície da liga metálica.

     

     

      Fig. 1: Valores da resistência à flexão de 3 pontos de acordo com a ISO 6872.

     

     

     

  • Avaliações

    Resenhas de Cliente

    Avalie este produto

    Compartilhe sua opinião sobre este produto com os dema usuários deixando seu comentário.

    Ao escrever sua opinião, procure evitar:

    • - Comentar outros produtos que não estejam relacionados.
    • - Mencionar preços e detalhes de promoções.
    • - Utilizar linguagem inapropiada.
    • - Divulgar informações sobre outras empresas ou websites.
    • - Mencionar detalhes da sua vida pessoal (queremos proteger a sua privacidade!)
    • *Todos os campos são obrigatórios

Up